Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada".

15
Mai 18

Este texto não é sobre futebol... é sobre "bola".

No que se tornou o meio futebolístico, dentro e fora das quatro linhas, nos últimos anos, mais propriamente no decorrer da presente época que se aproxima do seu final, perspectivava, mais dia, menos dia, mais acontecimento, menos acontecimento, a ocorrência de situações como a que se vive no dia de hoje.
Por mais que muitos (infelizmente, muitos mesmo) bradem aos céus que isto não é normal (qualquer tipo de violência não é normal) a mim nada me espanta (apenas o lamento).

Mas o que não me parece normal é que um país, um Estado de direito, pare completamente por causa da "bola".
Pára o país, pára toda a comunicação social, pára o mundo...

De repente esquecemos Gaza, esquecemos que Trump riscou o Irão do mapa nuclear...
De repente esquecemos que em 2017 o país assistiu à maior carga fiscal (recorde) imposta aos portugueses, às famílias e às empresas...
De repente esquecemos que o 1.º trimestre da economia portuguesa registou um aumento abaixo do previsto pelo Governo...
De repente esquecemos o que se passa na saúde e na educação em Portugal...
De repente esquecemos que se aproxima a fase charlie (a chamada época dos incêndios)...

De repente... isto (em Portugal), na sociedade e na comunicação social, NÃO É NORMAL.

Fechem os Estádios para que o País volte a ser normal e possa respirar.

fnet.jpg

publicado por mparaujo às 23:01

8 comentários:
De facto fala-se demasiado em bola nos últimos dias, sobretudo nos canais privados (há sempre alternativas para quem não gosta), mas concerteza não é alheio ao facto de se estar a discutir um dos fenómenos que mais massas (de uma e outra espécie) movimenta em Portugal.
Mas esteja descansado/a daqui a dois dias, em princípio, podemos voltar a discutir os problemas que enunciou e que, possívelvente esqueceu no período que mediou entre 2011 e 2015!
João Mateus a 18 de Maio de 2018 às 13:51

lololol, muito bom! (memofante!!)
Anónimo a 18 de Maio de 2018 às 15:01

claro que sim... é um bom remédio para quem esquece depressa (porque convém) antes de 2011 e o que originou tudo isto.
mparaujo a 20 de Maio de 2018 às 22:14

Infelizmente, não me parece que seja assim tão rápido voltarmos a falar, como bem disse, dos PROBLEMAS que referi.
E não me esqueci de nenhum período.... principalmente como António Costa e Mário Centeno bem explicaram e referiram: não quererem que o país regresse a tempos antes de 2011. O tal período que deu muitos problemas para resolver entre 2011 e 2015.
mparaujo a 20 de Maio de 2018 às 22:13

pesquisar neste blog
 
arquivos
2020:

 J F M A M J J A S O N D


2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

30 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
16
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Siga-me
links