Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada".

09
Nov 17

programa-operacional-mar-2020-logotipo.jpg

O Mar como tradição é um referência inequívoca da história social, cultural e económica da Região de Ílhavo e, consequentemente, também de parte da Região de Aveiro.

Motor do desenvolvimento desta região e da suas comunidades, à histórica tradição pesqueira acrescem hoje, de forma significativa, os serviços portuários e um importante sector ambiental e científico espelhado, por exemplo, no projecto CRAM-ECOMARE da Universidade de Aveiro, numa parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos (Oceanário de Lisboa), a Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem, a Câmara Municipal de Ílhavo e a Administração do Porto de Aveiro.

O mar foi sempre para Portugal o seu maior património e continua a ser o seu maior "desperdício" porque mal ou de todo aproveitado.

A pesca continua a ser em elemento preponderante para a identidade e o desenvolvimento de algumas das comunidades do litoral mas está, hoje (fruto de erros do passado) desestruturada, com frágeis investimentos e modernização, com dificuldades de escala. A par, toda a indústria relacionada com a actividade (transformação e comércio de pescado, construção naval, etc.) padece da mesma realidade.
O próprio turismo do mar (centralizado ou muito focado no sul do país) e o desporto náutico são contextos mais conjunturais do que estruturais e por sedimentar ou consolidar.
No que diz respeito ao conhecimento, à ciência e ao ambiente, Portugal tem muitos caminhos ainda para percorrer já que os passos dados são ainda muito "imberbes".

E importa referir que Portugal pode, se tudo se concretizar na Comissão de Limites da Plataforma Continental (CLPC) da ONU, ser o 9º país com a maior plataforma continental (Zona Económica Exclusiva), sendo já o 3º país europeu. Dos actuais 1.727.408 km2 o país poderá ver alargada a sua plataforma para cerca dos 3,8 milhões km2.

O país não pode continuar a olhar para o Mar, para a chamada economia azul, de forma displicente e com uma questionável indiferença, perante o que se afigura como o maior potencial de crescimento e desenvolvimento económico e social, bem como a maior riqueza patrimonial ambiental.

Nesse sentido, tendo sempre presente a inquestionável importância que o Mar comporta na consolidação da realidade e no desenvolvimento da Região de Ílhavo, a Câmara Municipal, através da sua Incubadora de Empresas, em parceria com o Grupo de Acção Costeira da Região de Aveiro e com a Plataforma Tecnológica do Mar da Universidade de Aveiro, vai promover uma sessão de apresentação do 1º aviso do Concurso do Programa Comunitário MAR2020 (financiamento que rondará os 2,7 milhões de euros) que tem como objectivo o desenvolvimento de projectos de investimento na área da economia do mar na Região de Aveiro. A acção tem lugar, amanhã, dia 10 de novembro, na Junta de Freguesia da Gafanha da Encarnação, às 17:00 horas.

Um passo significativamente importante para o Mar ser assumidamente a Tradição desta Região.

 

publicado por mparaujo às 14:38

pesquisar neste blog
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

29 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
16

21

27
28
30


Visitas aos Arcos
Siga-me
links