2 comentários:
No lugar melhor onde ele certamente está, com certeza que agradece todos os momentos e todas as "cartas" e "epistolas" trocadas... Como amiga de D. António e "menina" que o conheceu desde criancinha agradeço o texto que me ajudou a acalentar a dor e a "diluir" um pouco esta saudade que já é tão grande por não poder voltar a ver aquele sorriso, receber um abraço caloroso ou a palavra dita naquele momento em que precisava de ouvir...
Está, certamente, nas mãos de Alguém maior que já o acolheram com o carinho que ele merecia!
Ligia Mendes a 14 de Setembro de 2017 às 08:56

Obrigado pelas palavras e pela leitura.
mparaujo a 15 de Setembro de 2017 às 16:34