Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada".

19
Out 17

ilhavo_cmi_vereadores_despedida.jpg

A Câmara Municipal de Ílhavo realizou a sua última reunião do Executivo antes da tomada de posse agendada para o dia 28 de outubro e que marcará o novo ciclo político e a eleição dos próximos órgãos autárquicos.

Foi com significativa estranheza que, à data, não vi o PS de Ílhavo reconhecer, através da continuidade e da integração das respectivas listas, dos três Vereadores que, nestes últimos quatro anos constituíram a oposição no Executivo camarário. Apenas Pedro Martins transitou para a lista à Assembleia Municipal. Não sei se as opções foram pessoais, não sei se foi estratégia partidária... nem agora interessa terminado o processo eleitoral. Apenas foi estranho.

O que já não me espantou nada, conhecendo há tantos anos o Pedro Martins (pelo menos), é a elevação e a ética políticas com que a oposição socialista se despediu na última reunião do Executivo da Câmara Municipal de Ílhavo. Uma coisa é, de facto, o combate político eleitoral que a ambiência promove e "obriga", outra é o respeito e o reconhecimento políticos que a relação institucional pode impor mas a que nada obriga. Obrigação, só mesmo o carácter pessoal e a elevação política com que se está na missão pública.

Pedro Martins, Ana Bastos e José Vaz desejaram “(...) felicidades ao Presidente da CMI (...) e que a futura câmara saiba corporizar e levar a cabo aquelas que são as vontades e propósitos das nossas populações, manifestadas no acto eleitoral do passado dia 01 de Outubro de 2017”. Foi, de facto, a escolha dos ilhavenses e dos gafanhenses.

Muito bem, na hora da despedida.

(notícia completa na Rádio Terra Nova)

publicado por mparaujo às 15:49

21
Set 17

ilhavo_cmi_3_4.jpg

Não há nada mais revelador da realidade do que os factos, mais ainda quando os mesmos falam por si.

É, por isso, inquestionável o esforço despendido pela autarquia de Ílhavo nestes anos...
na sua relação com as instituições e associações do município;
na preocupação e proximidade com os munícipes, nomeadamente com aqueles que mais precisam (seja pelas carências e insuficiências financeiras, seja pelo desemprego ou pela necessidade de inclusão);
em tornar o município mais acolhedor, sustentável e capaz de proporcionar bem-estar e qualidade de vida;
na promoção da qualificação urbana e da valorização do espaço público (e que bem se avista a Costa Nova);
no especial cuidado com o ambiente e a educação;
na implementação com os agentes económicos e o tecido empresarial do município de políticas e acções promotoras de um desenvolvimento sustentável da região.

Não é, por estes factos, de admirar, embora seja de louvar e relevar, que o Município de Ílhavo tenha sido premiado e reconhecido, pela primeira vez, como Marca Entidade Empregadora Inclusiva, distinção atribuída pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional há dois dias (19 de setembro).

O IEFP reconheceu no Município de Ílhavo a importância social da implementação e promoção de políticas inclusivas, direccionadas às pessoas portadoras de deficiência ou incapacidade.

Este é um importante marco no desenvolvimento social do Município, não só pela sua importância, por culminar todo um trabalho autárquico centrado, essencialmente, nas pessoas (ilhavenses e gafanhenses), mas também porque é inédito e acontece pela primeira vez na história autárquica de Ílhavo, que assenta numa gestão autárquica competente e num trabalho conjunto e de proximidade com Associações, Entidades privadas e públicas, com o tecido empresarial cada vez mais presente e crescente em Ílhavo.

Quatro vertentes/áreas sustentaram a distinção do Município de Ílhavo como Marca Entidade Empregadora Inclusiva: o recrutamento e desenvolvimento profissionais; a estabilidade e o crescimento do Emprego; a promoção e implementação de projectos de regeneração e requalificação urbana para promoção do espaço público; e a afirmação de vários protocolos de cooperação com IPSSs e Associações.

E assim se constrói um Município melhor com e para todos.

iEntidadeEmpregadoraInclusiva.png

publicado por mparaujo às 21:47

pesquisar neste blog
 
arquivos
2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

28 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

14
15
16
17
18
19

22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Siga-me
links