Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

05.Fev.17

Autárquicas com impactos “nacionais”

mparaujo
publicado na edição de hoje, 5 de fevereiro, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Autárquicas com impactos “nacionais” Este é um tempo politicamente perigoso para os principais partidos políticos portugueses ou, pelo menos, para os que têm assento na Assembleia da República. Não será apenas pelo fervilhar de acontecimentos internos em alguns partidos com o tradicional surgimento de polémicas, intrigas e tricas, por causa das listas e candidaturas para as próximas (...)
25.Jan.17

O peso político da TSU

mparaujo
Publicado na edição de hoje, 25 de janeiro, do Diário de Aveiro (com o título errado por lapso meu) Debaixo dos Arcos O peso político da TSU* Do ponto de vista técnico poderíamos estar a discutir percentagens de desconto, os impactos na capitalização do fundo da Segurança Social, que reflexos terá a medida no crescimento do emprego, até que ponto é determinante na saúde financeira das empresas, sejam elas de menor ou maior dimensão. Esta seria, obviamente, uma discussão (...)
27.Dez.16

Ruralidades... aqui há "gado".

mparaujo
Nestes dias "pós-Natal" não é o par de meias com igual padrão ao do natal de 2015 com que a tia-avó nos prendou mais uma vez... não são as boxers que temos que trocar porque o perímetro aumentou e de "L" passámos a "XL" sem avisar a família... nem é o terceiro livro da Cristina Ferreira ou do José Rodrigues dos Santos que recebemos e que envergonhadamente lá vamos trocar à Bertrand ou ao Continente. Nestes dias "pós-Natal" não é a dieta forçada a que nos vemos obrigado, (...)