Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

26.Nov.19

"joacinismo" eleitoral.

mparaujo
Enquanto muitos se "deslumbraram" com deambulismos sobre a gaguez da deputada Joacine Katar Moreira e a saia do seu assessor parlamentar, foi-se secundarizando a questão principal: a mensagem (o seu conteúdo e não a forma) político-partidária. A isto pode-se acrescentar o amadorismo político e o ego e deslumbramento parlamentares da deputada eleita que prejudica, notoriamente, o Livre. Mas isso é, obviamente, um problema do partido que, diga-se, não está isento em toda esta (...)
25.Set.19

A quadratura do círculo das eleições na Madeira

mparaujo
Os resultados do recente processo eleitoral na Madeira têm leituras que mostram uma diversidade de "estados de alma" e distintas interpretações que acumulam vitórias e derrotas numa mesma análise. Registo, numa primeira abordagem, para o aumento do número de votantes e para a consequente diminuição da taxa de abstenção que condicionou, em parte, os resultados finais. Contra a vontade de todos os outros partidos candidatos, sem excepção, o PSD ganhou as eleições regionais na (...)
26.Mai.19

Reflexão em noite Europeia

mparaujo
Os dados/factos (aproximados, face ao que é conhecido e divulgado na hora em causa): PS - 34,6% (9 eurodeputados) PSD - 25,4% (6 eurodeputados) BE - 9,4% (2 ou 3 eurodeputados) CDU - 6,7% (1 eurodeputado) CDS - 6,2% (1 eurodeputado) PAN - 5,0% (1 eurodeputado) Abstenção - 69% As reflexões... Nota 1 - Em política é muito fácil cair na tentação de transformar derrotas em vitórias ou sobrevalorizar as vitórias. Pela democracia, isso não cabe aqui. Apenas a análise dos factos. Not (...)
19.Out.17

Quando a política vale a pena...

mparaujo
A Câmara Municipal de Ílhavo realizou a sua última reunião do Executivo antes da tomada de posse agendada para o dia 28 de outubro e que marcará o novo ciclo político e a eleição dos próximos órgãos autárquicos. Foi com significativa estranheza que, à data, não vi o PS de Ílhavo reconhecer, através da continuidade e da integração das respectivas listas, dos três Vereadores que, nestes últimos quatro anos constituíram a oposição no Executivo camarário. Apenas (...)
09.Out.17

Uma questão numérica eleitoral

mparaujo
Corre por aí muita tinta e muito comentário, uns avulsos, outros descontextualizados, sobre os resultados das eleições autárquicas do passado dia 1 de outubro. Não quero, não devo, nunca o fiz e muito dificilmente o farei, tecer qualquer reflexão ou análise subjectiva ou política dos mesmos. Ao fim de quase 13 anos (o Debaixo dos Arcos está de "parabéns", ou não, amanhã) independentemente de algumas considerações tidas sobre Aveiro, sobre a cidade, sobre a região, sempre (...)
04.Out.17

Apostar na Certeza do Futuro

mparaujo
publicado na edição de hoje, 4 de outubro, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Apostar na Certeza do Futuro As estatísticas e os números têm o condão de “vestir à medida” as análises e as leituras em função das necessidades próprias e dos interesses partidários; e são, por isso, múltiplas. Já a realidade é o que é: objectiva, factual, clara e transparente, e só tem uma leitura. Nestas eleições autárquicas os eleitores do Município de Ílhavo foram claros, (...)
03.Out.17

A decepção eleitoral: a machadada na democracia.

mparaujo
Uma das conquistas que o 25 de Abril de 74 deu ao país e que o 25 de Novembro de 75 (nomeadamente este) legitimou democraticamente foi o direito de participação activa dos cidadãos na "esfera pública", nomeadamente através do voto e da sua representatividade democrática. Através dele os cidadãos sentem-se no legítimo direito constitucional de eleger e ser eleito, de expressar a sua livre opção política perante os destinos e o futuro do país e das diversas comunidades. Mas (...)
29.Set.17

Só eu sei porque não fico em casa

mparaujo
A expressão é da autoria dos adeptos sportinguistas que, não tendo qualquer tipo de ligação ao clube de Alvalade, espelha objectivamente a mensagem para o dia 1 de outubro. O 25 de abril de 74, consolidado pelo 25 de novembro de 75, despoletou uma realidade social e política nova sustentada, essencialmente, na descoberta do valor da democracia, das liberdades e do respeito pela dignidade humana. Nesta conjuntura tem especial destaque o legítimo direito ao exercício pleno da (...)
26.Set.17

A secretaria não vence eleições

mparaujo
Quando escasseiam projectos e propostas realistas e consistentes sobra o nervosismo e o desespero político que levam ao recurso do populismo e ao delírio eleitoralista. A ansiedade perante o presságio da eventual derrota eleitoral resulta na tentativa da vitória na "secretaria". A actividade autárquica é dos sectores públicos mais escrutinados, mais fiscalizados, mais auditados, no país. Hoje, face ao quadro legal imposto às autarquias, só alguém sem preparação, sem (...)
02.Ago.17

O valor da transparência e competência

mparaujo
publicado na edição de hoje, 2 de agosto, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos O valor da transparência e competência A notícia foi avançada ontem pela Rádio Terra Nova: 57 municípios, dum total de 79 câmaras, cumpriram todas as obrigações a que estavam sujeitos e deixam de estar sujeitos às várias exigências do Programa de Apoio à Economia Local. Da lista das 57 autarquias, embora ainda a aguardar confirmação oficial, constam os municípios vizinhos de Vagos e Ílhavo. S (...)
01.Ago.17

Pior que um cego é quem não quer ver

mparaujo
Quase duas dezenas de mortos só no dia das eleições venezuelanas. Em quatro meses (desde o dia 1 de abril) já morreram mais de cem pessoas nos protestos anti-governamentais na Venezuela. Execuções sumárias, como a do jornalista José Daniel Sequera, do diário El Nuevo País, crítico da governação de Nicolás Maduro e encontrado morto esta manhã. Os dois líderes da oposição a Nicolás Maduro, Leopoldo López (Vontade Popular) e Antonio Ladezma (Aliança Bravo Povo), foram (...)
18.Jun.17

O “partido” abstencionista

mparaujo
publicado na edição de hoje, 18 de junho, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos O “partido” abstencionista Tomemos o exemplo dos resultados eleitorais da primeira volta das legislativas francesas, que tiveram lugar no passado domingo, agora que começam a surgir, de forma mais regular e persistente, os sucessivos anúncios das inúmeras candidaturas autárquicas (1 de outubro de 2017). A relação pode figurar-se estranha mas tem a ver, unicamente, com uma vertente dos resultados: (...)
08.Jun.17

Independentismos

mparaujo
publicado na edição de hoje, 8 de junho, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Independentismos Vivemos claramente a era dos “ismos”. É rara a realidade e o contexto que se queiram descrever sem que haja o recurso ao sufixo nominal de origem grega para referenciar reflexões políticas, doutrinárias, éticas, filosóficas, sociais. É o terrorismo, o moralismo, o populismo, o partidarismo, o extremismo e o radicalismo, e por aí adiante. Com o aproximar do limite das (...)
14.Mai.17

Os suspiros eleitorais europeus

mparaujo
publicado na edição de hoje, 14 de maio, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Os suspiros eleitorais europeus O final do ano passado e o presente ano na Europa têm a marca de processos eleitorais importantes e relevantes para os Estados e para a União Europeia: o ano passado terminou com as eleições presidenciais austríacas e o ano em curso abriu com as legislativas holandesas. Até ao final do ano há ainda espaço para que os cidadãos franceses (legislativas em junho), (...)
03.Mai.17

Rigor e Competência premeiam-se

mparaujo
publicado na edição de hoje, 3 de maio, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Rigor e Competência premeiam-se Está anunciada publicamente a recandidatura de Fernando Caçoilo à presidência da Câmara Municipal de Ílhavo, mesmo que ainda falte a formalidade da ratificação interna pelos órgãos do PSD distrital e nacional. A decisão é da concelhia do PSD - Ílhavo, tomada por unanimidade em plenário de militantes realizado na passada quarta-feira, 26 de Abril. Desconheço, (...)
23.Nov.16

Efeito sistémico na Europa

mparaujo
publicado na edição de hoje, 23 de novembro, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Efeito sistémico na Europa A Europa viverá ainda no final deste ano e particularmente em 2017 uma pressão eleitoral significativa, massiva, com resultados imprevisíveis mas que reservam, desde já, alguma inquietação e desassossego quanto ao futuro da União Europeia tal (...)
02.Mar.16

O dia ‘D’ para a lista ‘A’

mparaujo
publicado na edição de hoje, 2 de março, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos O dia ‘D’ para a lista ‘A’ Estamos a três dias da data das eleições, entre outras, para a Distrital do PSD de Aveiro (sábado, 5 de Março). A escolha afigura-se-me clara e natural. O trabalho até agora desenvolvido pela Distrital do PSD-Aveiro sob (...)
26.Jan.16

Breves notas presidenciais

mparaujo
enquanto o tempo corre para a edição de amanhã do Diário de Aveiro. Em jeito telegráfico. 1. Inesperado. As sondagens valem o que valem (e já há algum tempo deixaram de valer muito) e o facto é que não era, de todo, expectável que não houvesse segunda volta eleitoral. 2. Inédito. Marcelo Rebelo de Sousa não só ganhou à primeira volta (...)
16.Ago.15

É Verão… isso é que importa.

mparaujo
publicado na edição de hoje, 16 de agosto, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos É Verão… isso é que importa. Somos, definitivamente, um país, um povo, uma sociedade, das mais díspares convicções, das posições mais contraditórias, das mais surreais relações com as realidades. Passamos horas, dias, a fio a discutir cartazes (...)