Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada".

27
Jan 19

27 de janeiro... data escolhida pela ONU para assinalar o "Dia Internacional da Lembrança do Holocausto".
Este é o dia que assinala a libertação dos prisioneiros do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau pelo Exército Vermelho (27 de janeiro de 1944, processo terminado em 1945).

74/75 anos depois... 75 anos que a história ainda tem a obrigação, o dever, de lembrar:

  • em 6 anos (1939-1945), o genocídio de cerca de 6 milhões de judeus (1 milhão de crianças, 2 milhões de mulheres, 3 milhões de homens);
  • 11 milhões de pessoas: além dos 6 milhões de judeus, mais 5 milhões de ciganos romenos, homossexuais, deficientes físicos e mentais, eslavos da Europa Oriental, Poloneses Sérvios, prisioneiros de guerra.

74/75 anos depois, numa Europa mergulhada numa total indefinição quanto ao seu futuro e à sua sobrevivência, quer como Continente (do ponto de vista histórico, geopolítico e geoestratégico), quer no âmbito da União Europeia, importa não deixar morrer a memória colectiva... porque a História nunca deve ser travada.

ausch.jpg

publicado por mparaujo às 18:59

27
Jan 14

Em 2005 a Organização das Nações Unidas instituiu o dia 27 de janeiro como o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

A data tem uma relação directa com um dos acontecimentos mais marcantes da história contemporânea (II Guerra Mundial), nomeadamente com a chegada do exército da então URSS ao mais mortífero e “emblemático” campo de concentração: Auschwitz-Birkenau.

Este foi o maior centro de destruição humana que marcou a história da II GG: cerca de 1,3 milhões de pessoas foram mortas nas câmaras de gás e, posteriormente, incineradas, ou simplesmente fuziladas. Foram homens, mulheres, crianças. O maior atentado contra a dignidade humana não respeitou judeus, polacos, ciganos ou prisioneiros de guerra e de opositores ao regime Nazi, entre outros; não respeitou raças, etnias, credos e religiões ou orientações sexuais.

Pela memória…

publicado por mparaujo às 11:18

pesquisar neste blog
 
arquivos
2020:

 J F M A M J J A S O N D


2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

28 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29


Siga-me
links