Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

25.Set.19

A quadratura do círculo das eleições na Madeira

mparaujo
Os resultados do recente processo eleitoral na Madeira têm leituras que mostram uma diversidade de "estados de alma" e distintas interpretações que acumulam vitórias e derrotas numa mesma análise. Registo, numa primeira abordagem, para o aumento do número de votantes e para a consequente diminuição da taxa de abstenção que condicionou, em parte, os resultados finais. Contra a vontade de todos os outros partidos candidatos, sem excepção, o PSD ganhou as eleições regionais na (...)
10.Ago.16

É fogo que arde e se vê

mparaujo
Preâmbulo/Adenda ao artigo (actualização) Qualquer situação que extravase a realidade e cause pânico, perdas pessoais ou públicas, vítimas, merece o respeito e o lamento público e colectivo. Um incêndio é e será sempre um incêndio. Uma casa atingida, um bem patrimonial, o ganha pão de qualquer família que fique em risco ou destruído merece a nossa atenção. Arouca, Aveiro (Águeda e Sever do Vouga), zona do Porto, norte do país (Arcos de Valdevez/Gerês), Viana do (...)
01.Abr.15

A Madeira já não é um “Jardim”

mparaujo
publicado na edição de hoje, 1 de abril, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos A Madeira já não é um “Jardim” No passado domingo realizaram-se as eleições regionais na Madeira. Dos resultados importa destacar: a renovação da maioria do PSD (embora no limite); o fim da era de Alberto João Jardim e a nova era Miguel Albuquerque; o (...)
21.Ago.12

Por mim, referendava já!

mparaujo
  (créditos da foto: Daniel Rocha - jornal Público online) Alberto João Jardim desafiou, hoje (pela milésima vez), o Governo a realizar um referendo na Madeira sobre a questão da autonomia da Madeira. As razões prendem-se com um projecto de revisão constitucional que indique “quais as cinco áreas de competência do Estado neste território: as matérias de direitos, liberdades e garantias; política externa; defesa nacional e segurança interna; tribunais de recurso e sistema nacional de segurança social”. Adiantando que “no resto a competência deve pertencer aos poderes eleitos, fiscalizados pelo povo madeirense. Menos do que isto, os autonomistas não aceitam (...)
25.Set.11

A Madeira já não é um “Jardim”

mparaujo
Publicado na edição de hoje, 25 de Setembro, do Diário de Aveiro. Cambar a Estibordo... A Madeira já não é um “Jardim”. A semana em resumo… A semana foi, quase exclusivamente, marcada pelo “buraco” financeiro detectado nas contas públicas da Região Autónoma da Madeira. Mesmo que a semana tenha contemplado a primeira grande entrevista do Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, após ter sido eleito e tomado posse (...)
21.Set.11

Os fins nem sempre justificam os meios

mparaujo
Publicado na edição de hoje, 21 de Setembro, do Diário de Aveiro. Preia-Mar Os fins nem sempre justificam os meios Este era um fim inesperado para a carreira política de Alberto João Jardim, nesta “recta” final da sua liderança à frente do governo regional da Madeira e dos destinos da ilha. Mas a verdade é que os factos apurados (o encobrimento de dívida pública) são graves, prejudicam a recuperação e as (...)
23.Fev.10

Solidariedade insular.

mparaujo
A solidariedade não escolhe fronteiras, como se viu no caso das vítimas do Haiti. Mas se é cabal utilizar a expressão, "dentro de casa" a responsabilidade solidária aumenta. E os portugueses já deram provas de que, face a adversidades ou tragédias, nada nos impede de ajudar e dar corpo ao factor nacionalidade. Sete alternativas para apoiar a Madeira: Montepio\Cáritas - nib: 003600009910587824394 União das Misericórdias - nib: 0007000000834227401223 BES - nib: 000700000083428293623 Santander-To (...)
22.Fev.10

Trágico... demasiado.

mparaujo
Eu estive lá em Dezembro de 1995, em data particularmente especial. Não me lembro, durante 11 dias, de qualquer gota de chuva no Funchal. Não me lembro de qualquer sinal de tempestade na ilha. É demasiado trágico. Politiquices à parte... A MADEIRA PRECISA DE NÓS. Por exemplo, através da Cáritas (conta - Montepio Geral).
19.Fev.07

O golpe de teatro

mparaujo
Palhaçada! É só o que me vem à cabeça, com esta atitude do Mr. Madeira.Contra a lei das finanças locais, a verba presente no orçamento de estado para a Região Autónoma da Madeira e contra o próprio Presidente da República que promolgou uma lei que é uma traição à Madeira, o Dr. Alberto João Jardim decidiu demitir-se e "arrastar" neste processo a (...)
22.Ago.06

Uma no cravo

mparaujo
Outra na ferradura.Assim reza o dito popular.Assim revemos o Senhor Presidente do Governo Regional da Madeira.De "bacurada" em "bacurada". De malcriadez em malcriadez. De parvoíce política em parvoíce retórica.A Madeira precisa de um verdadeiro 25 de Novembro.Às portas com os cortes de financiamentos resultado da próxima revisão da actual Lei das Finanças Regionais, as ameças e as modormias do "Senhor Madeira" não param. O melhor da história é que já não surpreendem.O País (...)
28.Mai.06

Até rezo, se for preciso...

mparaujo
Hoje, no discurso de encerramento do Congreso do PSD-Madeira, Alberto João Jardim voltou a não surpreender. Ao fim de 30 anos de autonomia, o "dono" da ilha da madeira teve um sonho verdadeiramente interessante. Num claro momento de lucidez política, João Jardim desafiou a sociedade civil e política madeirense a reflectir sobre o futro da Madeira.Mas mais interessante ainda...Desafiou (...)
27.Mar.06

Já não há pachorra.

mparaujo
Se há alturas em que nos podemos rir com o "circo" que vem da Madeira, há outras em que nada faz sentido aturar e que, a constituição e o "compêndio" legislativo português deveria ter a coragem de intervir fortemente. O que é que o continente ganha em manter a Madeira?! Porque não se satisfaz a vontade de indepedência?! Por quê manter e "alimentar" uma região, constantemente crítica, caluniadora e maledicente para com todo um continente subserviente?! Se é autonomia que (...)
28.Fev.06

A tradição

mparaujo
Já não é o que era... E Este Carnaval foi muito triste e pobre! Mesmo muito pobre!!! Alberto João Jardim fartou-se... O Sr. Presidente do paraíso da Madeira cansou-se de ser atracção turistica. Mais um rude golpe na economia nacional e do (...)