Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

29.Dez.18

2018 Revisitado (parte 2) - Pelo mundo...

mparaujo
A história da Humanidade, ao longo dos séculos (AC e DC), sempre teve períodos, mais ou menos longos, de conflitualidade entre os homens e os povos/nações. Foi, também, nesses contextos que as civilizações delinearam os seus futuros. No período contemporâneo, na primeira metade do século XX, as duas Grandes Guerras (1914-1918 e 1939-1945) foram o reflexo visível dessa conflitualidade. No entanto, o Mundo soube sempre acolher períodos alargados de paz (ou alguma paz) e de (...)
28.Dez.16

Sem deixar saudades...

mparaujo
publicado na edição de hoje, 28 de dezembro, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Sem deixar saudades… Há que respeitar as tradições… e a tradição impõe que em cada final de ano, em cada fim de ciclo, se faça um balanço. Até porque a vida é (ou deve ser) feita de balanços porque eles ajudam viver o presente e a projectar o futuro. Este é, clara e objectivamente, pessoal, embora transmissível. O ano de 2016 não deixa saudades, apesar de um ou outro aspecto positivo. (...)
18.Dez.16

O Inferno na terra

mparaujo
publicado na edição de hoje, 18 de dezembro, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos O Inferno na terra Tomemos como marco o mundo tido da “era moderna” pós II Guerra Mundial que é referência no actual sistema geopolítico e geoestratégico mundial, seja ao nível político, económico, científico e social. O mundo ainda não refeito do impacto na Europa do conflito com a Alemanha de Hitler procurava dar os primeiros passos na sua organização geopolítica, como a criação da (...)
20.Nov.16

Os danos colaterais

mparaujo
Publicado na edição de hoje, 20 de novembro de 2016, no Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Os danos colaterais As recentes eleições presidenciais norte-americanas, com a surpreendente (para a maioria) vitória de Donald Trump terão um impacto interno e externo (danos colaterais) que levanta algumas inquietações e (...)
29.Dez.14

A Volta ao Mundo… em 2014.

mparaujo
O início do ano de 2014 foi assinalado pelo retomar do “braço-de-ferro” entre a Rússia e a União Europeia e os Estados Unidos. Desde a queda do Muro de Berlim, num ano em que se comemorou o 25º aniversário sobre esse marco histórico, que o chamado Bloco de Leste (Pacto de Varsóvia, URSS, Cortina de Ferro) sofria um colapso total, sentido essencialmente (...)
27.Nov.14

Somos ou não somos bem vistos?

mparaujo
O Presidente da República, em visita oficial aos Emirados Árabes Unidos, entre questões directamente relacionadas com o objectivo da viagem, acedeu a comentar o caso da detenção de José Sócrates. Ou melhor... já que Cavaco Silva sempre nos habituou a nada dizer: a comentar o impacto que a detenção do ex Primeiro-ministro possa ter para (...)
03.Ago.14

Virado do avesso

mparaujo
publicado na edição de hoje, 3 Agosto, do Diário de Aveiro. Debaixo dos Arcos Virado do avesso A agenda mediática tem um duplo impacto. O primeiro tem a faculdade de focar a opinião pública num assunto/tema relevante no momento. O segundo tem o revés de desviar a atenção sobre outras realidades. Recordando o ditado: foca a árvore e esquece a floresta. O recente caso do BES tem essa vertente mediática. Sendo certo que o assunto é de relevante importância nacional, pelos (...)
19.Jul.14

Porque se cala a União Europeia?

mparaujo
A queda do avião das linhas aéreas da Malásia, na zona ucraniana de Donetsk, é uma tragédia irreparável e injustificável. A tese/prova de que o avião terá sido abatido é de uma barbárie inqualificável. Ponto. Sobre isto não me parece que haja qualquer outra justificação ou argumentação. Nada justifica a morte, inocente ou não. A par desta triste e condenável (...)
18.Jul.14

E assim vai o Mundo...

mparaujo
E assim vai o Mundo, incluindo Portugal... em julho de 2014. Um avião comercial das linhas aéreas da Malásia, com cerca de 298 pessoas a bordo é abatido na região ucraniana de Donetsk. Ao caso, "civis" que nada tinham a ver com o conflito interno na Ucrânia. Israel há cerca de uma semana que mantém ofensiva bélica sobre a Faixa de Gaza numa nova "cruzada" contra o Hamas. (...)
05.Set.11

Dez anos depois...

mparaujo
É indiscutível que o Mundo mudou depois do dia 11 de Setembro de 2001.É indiscutível que essa mudança ainda está por classificar se positiva ou negativa.Mas o Mundo não foi mais o mesmo... e não apenas do ponto de vista da segurança internacional e da relação entre as nações. A mudança (...)
09.Nov.09

Um dia o muro veio abaixo!

mparaujo
Lembro-me perfeitamente... tinha 23 anos, ainda estava embrenhado activamente na política. 1949 marcava uma nova era geopolítica (europeia e internacional), com o fim da segunda grande guerra. Em 1961, Berlim, a Alemanha, a Europa, o Mundo, via, estupefacto, a construção de um muro e de uma cortina de ferro que, mais que envergonhar, fracturava as (...)
27.Dez.07

A Democracia ficou mais pobre.

mparaujo
O assassinato, hoje, da ex-primeira-ministra paquistanesa e líder de um dos partidos da oposição (o PPP - Partido do Povo Paquistanês ), voltou a provocar a explosão da revolta, da instabilidade e o retrocesso da democracia, numa zona geográfica já por si só em "pulverosa".Benazir Bhutto faleceu devido a um tiro no pescoço. Pouco depois o seu atacante (...)
17.Jun.07

Medalha de Bronze... pelas piores razões

mparaujo
No dia em que se celebra o Dia Mundial da Desertificação e da Seca, com o lema «Desertificação e Alterações Climáticas: um desafio global» e segundo a Agência Espacial Europeia, Portugal é um dos três países mais desertificados da Europa, juntamente com a Itália e a Turquia. A análise é feita com base em imagens do sistema de satélite europeu e insere-se num projecto que está a ser desenvolvido em conjunto com a Convenção das Nações Unidas para a Luta contra a (...)
17.Jun.07

43 Anos depois.

mparaujo
Esta é a demonstração real da máxima "mais vale tarde que nunca".E assim foi... Mississipi em Chamas (um dos melhores filmes já produzidos na abordagem da questão racial, de 1988 e realizado por Alan Parker, com Gene Hackman no principal papel) foi a julgamento.James Seale, ex-polícia e membro do Ku Klux Klan, foi condenado pelo rapto e morte de dois jovens negros em 1964, em plena crise dos direitos cívicos nos Estados norte-americanos do Sul. Para as famílias das vítimas, a (...)
06.Jun.07

Geopoliticamente

mparaujo
A reunião do G8 na Alemanha está envolta na polémica e no confronto USA-Rússia, a propósito do sector Defesa e da instalação do escudo "anti-mísseis na Europa.Esta reacção do Presidente Putin a este contexto de defesa, tem como suporte o "complexo" da perda da influência no pós guerra-fria e no desmembramento da antiga URSS, pelo facto de os instrumentos de defesa serem instalados em países de Leste, nomeadamente Polónia e República Checa, outrora aliados da Federação Russa.P (...)
29.Mar.07

Não há bela sem senão...

mparaujo
Publicado no Diário de Aveiro, na edição de hoje 29.03.07 Post-its e Retratos A Bela e o senão! Ainda há guerra no Iraque, no Afeganistão, em África. A violência regressou a Timor. Os Balcãs tentam construir uma sociedade pluralista e democrática. Longe está de ser resolvido o conflito Israel-Palestina. Os direitos humanos, nomeadamente o das crianças e os referentes à exclusão social das mulheres, são diariamente desrespeitados por esse mundo fora. A geopolítica (...)
15.Mar.07

Lembrar 11 Março

mparaujo
Publicado no Diário de Aveiro na edição de hoje (15.03.07). Post-its e Retratos Acção preventiva. Lembrar 11.03.2004. Ninguém está livre de, amanhã, sem qualquer tipo de aviso, de repente apenas ter a noção de ouvir “PUM”. Algo que explode, rebenta e atinge as nossas vidas. Num ápice tudo se esvanece. O Mundo tornou-se mais frágil e inseguro. Tornou-se um palco de conflitualidade, de violência, de guerra e de morte. E esta é que é a verdadeira questão. Há três anos, (...)
09.Mar.07

Os senhores do mundo

mparaujo
Publicado na edição de hoje (9.03.07) do Diário de Aveiro.Post-its e Retratos Os senhores do mundo… É uma das temáticas académicas deste início do segundo semestre a questão da globalização. O extremar de posicionamentos face a esta realidade retira a capacidade de análise racional sobre a problemática. Não se tem que ser a favor ou contra a globalização, já que esta não é fruto da actualidade e muito menos, conforme se quer mistificar, resultado de uma (...)
01.Mar.07

Incredibilidades.

mparaujo
Hoje no noticiário das 20:00 horas.Mãe belga "mata" os seus cinco filhos e tenta, em seguida, o seu suicídio.Por mais irracionalidade que se queira incutir ao acto, só num perfeito estado de desespero e emotividade descontrolada é que se pode encontrar alguma justificação para que uma mãe consiga cometer tal acto bárbaro.A vida, em momentos, pode tornar-se desesperante.