Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

Debaixo dos Arcos

Espaço de encontro, tertúlia espontânea, diz-que-disse, fofoquice, críticas e louvores... É uma zona nobre de Aveiro, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre tudo e nada.

01.Set.18

E ao 31.º dia... foi "mão (boca) cheia".

mparaujo
Havia quem  estivesse com "demasiadas" saudades de Rui Rio. Hoje, a tradicional (mesmo que reformulada) Festa do Pontal trouxe o líder social-democrata de regresso aos palcos políticos e de forma bastante assertiva, sem precisar de discursos inflamados, e com três notas/recados bem pertinentes. 1. O estado da Nação Rui Rio fez uma abordagem muito concisa às principais áreas onde o Governo tem falhado enquanto auto-proclamado protector de um Estado Social propriedade moral da (...)
15.Ago.17

Era tão escusado, porra (desculpem o meu "francês")

mparaujo
Já vão meses e meses a fio da mesma conversa mas não há, porque há quem teime em forçar as situações, como fugir da realidade. É deveras importante para a sobrevivência do partido que Pedro Passos Coelho se mentalize, de vez, de duas coisas: 1. apesar de ter ganho as eleições, apesar de ser mais que óbvio o objectivo do BE e do PCP, a verdade é que a solução governativa com o apoio parlamentar, criticável, é democraticamente legítima. Ponto. Há que fazer o "luto (...)
17.Ago.10

Nervosismo miudinho...

mparaujo
Os clichés são diversos: "tiro no pé"; "irrealismo"; "terrorismo político"; "destabilização"; "má imagem internacional", etc, etc.Mas o que poderia ser ou passar por uma clara indiferença política, o facto é que sempre que o PSD ou o seu líder falam, seja contra o governo ou não, há, nas hostes socialistas, um evidente "nervosismo miudinho", que se traduz por vir a "terreiro" disparar em todas as direcções e de qualquer forma e feitio.A última prova desta realidade foram as (...)