Espaço de encontro, “tertúlia” espontânea, “diz-que-disse”, fofoquice pegada, críticas e louvores, ..., é uma zona nobre da cidade, marcada pela história e pelo tempo, onde as pessoas se encontram e conversam sobre "tudo e nada".

07
Set 13

Hoje é dia... de recordar tempos loucos da juventude. Anos 80.

Ao fim de cerca de 30 anos de separação, os JáFu'Mega regressam aos palcos.

Hoje é dia... de os recordar no Teatro Aveirense, pelas 22:00 horas.

Recordar é lembrar (bem alto) isto (Ribeira)

e isto (Nó Cego)

publicado por mparaujo às 15:00

25
Set 12

A Orquestra das Beiras vai levar ao palco do Teatro Aveirense, no próximo dia 30 de setembro, o 4º concerto do "Ciclo Beethoven - 2011/2013 - Integral das Sinfonias e dos Concertos para Piano".

O programa enquadra-se nas comemorações do Dia Mundial da Música e é, na sua totalidade, da autoria do compositor Ludwig van Beethoven: Abertura Leonora nº1, Concerto para Piano e Orquestra nº 1 em Dó Maior e Sinfonia nº 2 em Ré Maior.
A Orquestra das Beiras será dirigida pelo maestro Ernst Schelle e terá como solista a jovem pianista Ana Beatriz Ferreira.
O projecto "Ciclo Beethoven - 2011/2013" apresenta oito concertos onde serão incluidas várias obras: Aberturas, a integral das nove Sinfonias e dos cinco Concertos para Piano, a Fantasia Coral, o Triplo Concerto para violino, violoncelo, piano e orquestra, de Ludwig van Beethoven, executados por alguns dos principais pianistas portugueses.


Programa:

Ludwig van BEETHOVEN (1770-1827)
    – Abertura Leonora nº1, op. 138
    – Concerto para piano nº 1 em Dó Maior, op. 15
        I. Allegro con brio
        II. Largo
        III. Rondo. Allegro scherzando
    – Sinfonia nº 2 em Ré Maior, op. 36
        I. Adagio molto: Allegro con brio
        II. Larghetto
        III. Scherzo: Allegro
        IV. Allegro molto

Intervenientes:
Orquestra Filarmonia das Beiras
Ana Beatriz Ferreira, piano
Ernst Schelle, direção

publicado por mparaujo às 22:37

20
Set 12

Sábado, 22 de Setembro, 21.30 horas.

Teatro Aveirense

TEATRO do MONTEMURO apresenta:

"LOUCO NA SERRA"

"Louco na Serra" é uma adaptação de “Rei Lear” de Shakespeare.
Debaixo de uma tempestade na Serra de Montemuro três homens, a viver em lugares distintos da serra, recordam os eventos do ano anterior e a queda de Leandro e da sua família no caos.
“Louco na Serra” faz-nos caminhar sobre a frágil barreira entre a civilização e a selvajaria. Ira, traição, inveja, delírio, medo, loucura, vingança, morte, crueldade, compaixão.

 

Louco na Serra

Interpretação: Abel Duarte, Eduardo Correia e Paulo Duarte. Produção Teatro de Montemuro.

publicado por mparaujo às 21:52

17
Ago 12

Se muitos estariam à espera que Aveiro vivesse um Verão descansado ou, pelo menos, temporariamente alheado da realidade podem repensar o sentimento porque a cidade e o concelho vivem um verdadeiro verão "fogoso".

Depois de uma histórica maratona parlamentar local (dez reuniões, o máximo possivel, na sessão ordinária de abril da Assembleia Municipal e que durou desde abril até à útlima semana de julho - com a sessão de junho pelo meio) onde foram discutidos, nada mais nada menos que 12 regulamentos municipais, mais o relatório de gestão e contas de 2011, entre outros.

E depois desta maratona e agitação política seria de esperar que Aveiro serenasse. Puro engano.

Com a "polémica" taxa turística ("Aveiro/Taxa turística: AIDA solidária com hoteleiros" - "Aveiro: AHP quer travar nos tribunais taxa turística")  anunciada para 16, posteriormente adiada para o dia 23 de agosto, ("Aveiro: Câmara cobra nova taxa turística a partir de dia 16")  para permitir alguma adaptação dos vários sectores e operadores, eis que a autarquia aveirense anuncia a suspensão da aplicação da taxa e a constituição de uma comissão interdisciplinar para aprofundar a aplicabilidade prática da medida: "Aveiro: Câmara adia a aplicação da taxa turística". A posição resulta de uma reunião com um grupo de operadores hoteleiros apesar de na segunda-feira passada, 13 de agosto, a comissão política concelhia do PSD e a liderança da sua bancada municipal ter, em conferência de imprensa, defendido a aplicação da taxa turísitica ("PSD reafirma concordância com taxa turística").

Por outro lado, a mobilidade é agora também o tema explosivo deste verão aveirense.

A autarquia decidiu, por política própria e/ou imposição legislativa face aos compromissos que o governo tem com o memorando de entendimento para o sector da administração local, cumprir o que sempre foi uma medida anunciada no seu programa eleitoral: terminar com as empresas municipais, nomeadamente a EMA (empresa que gere o Estádio Municipal de Aveiro), a TEMA (empresa que gere o Teatro Aveirense) e agora a MoveAveiro - empresa municipal de mobilidade, responsável pelo sevriço público de transportes rodoviários, fluviais, estacionamento onoroso e as BUGA: "Confirmada a intenção de concessionar algumas carreiras da MoveAveiro" - "Aveiro: Lanchas e ferry também passam para privados" - "Élio Maia assume extinção da Move Aveiro e promete bilhetes mais baratos" - "Maioria faz passar cedência de linhas da MoveAveiro e concurso para transportes fluviais" - "Não faz sentido pagar autocarros, quando há quem faça de graça" - "Abdicar de linhas em favor da Transdev tem 'irregularidades', PS" - "PS contra a concessão de linhas da MoveAveiro. Admitem apresentar uma acção judicial".

publicado por mparaujo às 20:33

18
Mai 12

Um espectáculo a não perder... Dia 19 de Maio - sábado - 21.30 horas.

TEATRO AVEIRENSE.

 

publicado por mparaujo às 01:15

09
Mai 12

No dia 12 de Maio, sábado, Aveiro comemora mais um feriado municipal.

E nada mais interessante que poder ouvir uma das vozes mais emblemáticas da música portuguesa: TERESA SALGUEIRO

A ex-vocalista dos Madre Deus vai pisar o palco do Teatro Aveirense (sábado, dia 12 de Maio, pelas 21:30 horas) para apresentação do seu mais recente trabalho: Mistério.

publicado por mparaujo às 19:58

29
Mar 12
Paulo de Carvalho comemora, este ano, 50 anos de carreira musical.
Uma carreira ímpar de espectáculos, edições discográficas, canções e participação cívica na sociedade.
Paulo de Carvalho está a comemorá-los com um espectáculo único onde revisita, com surpreendentes arranjos, os grandes temas da sua vida musical, acompanhado por grandes músicos de uma geração posterior à sua.
O tema que simbolicamente assinala o início da Democracia em Portugal, "E Depois do Adeus", marca para sempre o homem e o cantor, mas Paulo de Carvalho deu voz a muitos outro temas que várias gerações cantam de cor, como "Gostava dos Vos Ver Aqui", "Nini dos Meus Quinze Anos", "Dez Anos", "Prelúdio (Mãe Negra)", "Os Meninos de Huambo", "O Cacilheiro" ou, mais recentemente, "O Meu Mundo Inteiro".

Paulo de Carvalho, para muitos "A VOZ" dos portugueses e um cidadão notável, é um nome incontornável da música portuguesa.

Sábado, dia 31 de Março, 21:30 horas, Teatro Aveirense

publicado por mparaujo às 22:16

25
Fev 12
Sábado, 25 de fevereiro 2012 (21.30 horas)
Teatro Aveirense apresenta Magia, Suspense, Côr... Ilusão e Realidade!
CHAOS - A magia de Luís de Matos

“Luis de Matos CHAOS” é o novo “one man show” do mágico português mais premiado e distinguido de sempre. Luis de Matos, numa curta temporada no Auditório do Casino Estoril, estreia o seu novo concerto de ilusões... tão reais que desafiam a razão! 
Da mesma forma que o bater de asas de uma borboleta em Tóquio pode provocar um furacão em Nova Iorque, também a presença de cada espectador se reflecte em cada representação de “Luis de Matos CHAOS”. Uma jornada inesquecível, plena de interacção e mistério, repleta de feitos inexplicáveis que perduram na memória de cada espectador que os vive.
Em “Luis de Matos CHAOS” os mais estranhos elementos interagem de forma mágica e surpreendente. Saramago disse um dia que o “caos” é uma ordem por decifrar. Em “Luis de Matos CHAOS”, o “decifrar” não é uma opção. Os noventa minutos de espectáculo são uma combinação única da imaginação colectiva de todos que nele participam.
“Luis de Matos CHAOS” é uma experiência mágica sem precedentes, uma colecção de mistérios tornados realidade em cada representação, constituindo uma viagem mágica pessoal, intransmissível e memorável. Ilusão ou realidade? A escolha é sua...
“Luis de Matos CHAOS” é um espectáculo para TODA a família!

Preços: 
15€ - Plateia 
12,5€ - Balcão 
(10€ - menores de 12 anos)
publicado por mparaujo às 00:05

25
Jan 12
28 de Janeiro de 2012, sábado, 21.30 horas 
The Gift -“Primavera e Explode – mil cores possíveis”

Canções inspiradas na primavera, escritas no verão, gravadas no outono e ouvidas em pleno inverno...
Era isto. Canções simples, inspiradas em melodias que a mão direita insistia tocar no piano. A mão esquerda segurava o banco ou o copo de água fria que combatia o calor de fora ou pegava na filha que ainda bébé inspirava a mão direita... Esquerda, Direita. Harmonia. Melodia... Coisas simples que ditas de uma forma ainda mais simples se possam traduzir de várias maneiras. Cada um tem a sua Primavera. Um sitio onde se descobrem segredos, ínfimas histórias de cada um de nós. Primavera é um hino ao nosso. Apenas e só nosso, coisas nossas, suas. Canções que sempre aqui estiveram a percorrer as minhas duas mãos. Direita, Esquerda. 14 mãos. Sete pessoas, sete historias de vida, sete personalidades artísticas. Primavera é junção. Vozes. Uma só voz, calma, sussurrada, descontraída, naturalmente emotiva. Primavera é cantada ao ouvido. Em palco Primavera e Explode são mil cores possíveis, a historia é a nossa. Posso contudo adiantar que depois deste palco será também vossa. (Nuno Gonçalves - The Gift)

The Gift: Sónia Tavares (voz), Nuno Gonçalves (teclas), Miguel Ribeiro (guitarras e baixo), John Gonçalves (teclas e baixo).
As membros fundadores dos "The Gift" vão juntar-se Mário Barreiros, Israel Pereira e Paulo Praça.

Preços:  1ª Plateia - 20 Euros  /  2ª Plateia - 18 Euros  /  Balcão - 15 Euros
publicado por mparaujo às 20:42

02
Jan 12
Programação de Janeiro a Fevereiro de 2012
 
 
publicado por mparaujo às 15:32

Os meses de Janeiro e Fevereiro deste no ano estão recheados de surpresas interessantes e oportunidades únicas.
Mesmo com os sinais dos tempos, é possível manter e oferecer Cultura no Teatro Aveirense...
O resto da responsabilidade de manter viva a sala nobre cultural de Aveiro caberá a cada um dos aveirenses (e "vizinhos").
A cultura também desenvolvimento social e económico.

Destaques da programação do Teatro Aveirense para Janeiro de 2012

Dia 4 de Janeiro, quarta-feira, 21.30 horas
Concerto dos Reis da Orquestra Filarmonia das Beiras + Vitorino

Para a Orquestra Filarmonia da Beiras - OFB faz todo o sentido começar o novo ano com música. O tradicional Concerto de Ano Novo e Reis constitui um dos momentos marcantes da temporada musical da Orquestra, não só pelo extraordinário clima festivo que rodeia este espectacular programa, mas também pela habitual participação de um público que, ano após ano, atende com entusiasmo ao concerto para festejar a chegada do Ano Novo. 
Para o início deste ano, a OFB, sob a direcção do Maestro António Vassalo Lourenço, apresentará um programa onde exibirá, na primeira parte, as habituais valsas e polcas de Strauss, tão características e apropriadas para esta quadra. Na segunda parte, a OFB terá um convidado especial: o cantor Vitorino. Depois de ter enchido os coliseus para comemorar 35 anos de carreira, volta aos palcos para um espectáculo que trará calor e alegria ao público e ao novo ano.
Preço único: 5 Euros  -  Sala Principal  -  Duração: 90m


8 de Janeiro de 2012, Domingo, 11.00 horas
Concerto Promenade - Conservatório Música Aveiro

O Conservatório de Música de Aveiro de Calouste Gulbenkian associa-se ao Teatro Aveirense para a criação de concertos Promenade. Uma oportunidade de ouro para quem procura uma introdução à música erudita ou apenas momentos musicais de uma qualidade incontestável.
Programa 
O. Respighi - Ancient Airs and Dances  /  Balleto  /  Gagliarda  /  Villanella  /  Passo Mezzo e Mascherada  /  Ney Rosauro - Concerto para Marimba e Orquestra  /  3º Andamento (Dança)  /  Jules Massenet - Meditation from “Thais”  /  George Bizet - Scenes From Carmen – suite nº 1  Prélude  /  Aragonaise  Intermezzo  /  Les Toreadors  /  Edward Elgar - Pomp And Circumstance – March nº1
Fernando Lapa - Para um Natal Português 
Caminhando vai José, caminhando vai Maria  /  Pastores que andais na serra  /  Ó meu menino Jesus  /  Alegrem-se os Céus e a terra   (Preço único: 2 Euro)


13 de Janeiro de 2012, sexta-feira, 21.30 horas
Lago dos Cisnes - Ballet do Teatro Nacional Russo de Moscovo

Esta obra prima do ballet clássico envolve-nos através de uma impressionante coreografia, num inesquecível conto de fadas. 
O Ballet do Teatro Nacional Russo de Moscovo representa esta obra única, captando a essência, a beleza da história e a harmonia da música de Tchaikovsky. Mais de 40 bailarinos pisam o cenário nesta versão da obra coreografada pelo famoso bailarino Alexei Fadeechev e apresentada pelo famoso Ballet do Teatro Nacional Russo de Moscovo. 
O Lago dos Cisnes converteu-se num símbolo do Ballet, nesse tipo de espectáculos que vale a pena ver pelo menos uma vez na vida, e que uma vez que o fazemos é impossível não repetir.


20, 21 e 22 de Janeiro de 2012, sexta-feira, sábado e domingo, 21.30 horas
Ciclo Edgar Pêra - Cine Diário Regional /
Diários e Retratos (Concentrado de Filmes Pêra) - A Janela (Maryalva Remix) - Movimentos Perpétuos: Tributo a Carlos Paredes

No contexto da Rede Recentar que reúne o Teatro Aveirense (Aveiro), Teatro Académico Gil Vicente (Coimbra), Teatro-Cine de Torres Vedras, Teatro José Lúcio (Leiria) e o Teatro Virgínia (Torres Novas), o realizador Edgar Pêra foi convidado a criar pequenos diários visuais sobre cada uma das regiões onde estes teatros se encontram, apontando diferenças e encontros entre os territórios.
Os Cine-Diários Regionais são actualidades e lembranças, memórias do passado e para o futuro.
Preço: 5€


28 de Janeiro de 2012, sábado, 21.30 horas
The Gift -“Primavera e Explode – mil cores possíveis”

Canções inspiradas na primavera, escritas no verão, gravadas no outono e ouvidas em pleno inverno... 
Era isto. Canções simples, inspiradas em melodias que a mão direita insistia tocar no piano. A mão esquerda segurava o banco ou o copo de água fria que combatia o calor de fora ou pegava na filha que ainda bébé inspirava a mão direita... Esquerda, Direita. Harmonia. Melodia... Coisas simples que ditas de uma forma ainda mais simples se possam traduzir de várias maneiras. Cada um tem a sua Primavera. Um sitio onde se descobrem segredos, ínfimas histórias de cada um de nós. Primavera é um hino ao nosso. Apenas e só nosso, coisas nossas, suas. Canções que sempre aqui estiveram a percorrer as minhas duas mãos. Direita, Esquerda. 14 mãos. Sete pessoas, sete historias de vida, sete personalidades artísticas. Primavera é junção. Vozes. Uma só voz, calma, sussurrada, descontraída, naturalmente emotiva. Primavera é cantada ao ouvido. Em palco Primavera e Explode são mil cores possíveis, a historia é a nossa. Posso contudo adiantar que depois deste palco será também vossa.                                                                                            (Nuno Gonçalves - The Gift)

The Gift: Sónia Tavares (voz), Nuno Gonçalves (teclas), Miguel Ribeiro (guitarras e baixo), John Gonçalves (teclas e baixo).
As membros fundadores dos "The Gift" vão juntar-se Mário Barreiros, Israel Pereira e Paulo Praça.

Preços:  1ª Plateia - 20 Euros  2ª Plateia - 18 Euros  Balcão - 15 Euros






publicado por mparaujo às 15:26

30
Nov 11
Programação para o mês de Dezembro, no Teatro Aveirense. Muito bom!

(clicar na imagem para saber mais)

publicado por mparaujo às 00:15

29
Nov 11
O Teatro Aveirense divulgou hoje a sua programação para o final deste ano de 2011, com excelentes novidades.
Três destaques, meramente por razões e opções pessoais: 

4 de Dezembro (domingo) - 11.00 horas


No primeiro domingo de cada mês, o Conservatório de Música de Aveiro de Calouste Gulbenkian associa-se ao Teatro Aveirense para a criação de concertos promenade. Uma oportunidade de ouro para quem procura uma introdução à música erudita ou apenas momentos musicais de uma qualidade incontestável.
1.ª Parte Pequena Orquestra de Cordas (20 elementos)
Programa: Choral, R. Schumman; Air (3ª suite), J. Bach; Abertura II Acto Flauta Mágica, W.A. Mozart; Pastoral Concerto Grosso nº8 op. 6, A. Corelli
2.ª Parte Coro(s)
Programa:
- Coro da Iniciação (116 alunos): Natal do Menino, Sérgio Azevedo;
- Coro do Articulado (138 alunos): Cantata de Natal, Sérgio Azevedo.

7 de Dezembro (quarta-feira) - 21.30 horas

Melo/Santos 4tet ft Omer Avital (Jazz)

O pianista Filipe Melo e o guitarrista Bruno Santos co-lideram este grupo que foi criado com o intuito de acompanhar lendas do jazz internacional que se deslocam ao nosso país. Nos últimos anos, este grupo acompanhou nomes como Peter Bernstein, Donald Harrison, Jesse Davis, Paulinho Braga, Sheila Jordan, Herb Geller e Martin Taylor.
As colaborações frequentes deste grupo com artistas estrangeiros resulta este ano num concerto com o brilhante contrabaixista israelita OMER AVITAL - um dos mais influentes baixistas da última década.
O contrabaixista Omer Avital é, hoje em dia, um sinónimo de inovação e virtuosismo do Jazz em Nova Iorque. Nascido na pequena cidade israelita de Givataim, começou os seus estudos musicais no conservatório local, na guitarra. Cresceu em Tel-Aviv, numa família marroquina-iemenita, onde a sua influência do Médio Oriente se mistura com o Jazz e com os blues.
Depois, é aceite na Talma Yalin, a escola de artes mais importante de Israel, onde era o líder do ensemble de jazz, sendo responsável por todos os arranjos. No seu último ano escolar, quando tinha apenas 17 anos, já tocava profissionalmente, tendo-se mudado para Nova Iorque pouco mais tarde. Nesta cidade, partilha o palco com gigantes como Roy Haynes, Jimmy Cobb, Nat Adderley, Walter Bishop, Jr., Al Foster, Kenny Garrett, Steve Grossman, Jimmy Lovelace, e Rashied Ali. Apesar de tocar com os maiores nomes do jazz, a melhor oportunidade surge quando se torna responsável pelo grupo de abertura da jam session do famoso clube Smalls, no Greenwich Village. Desde então, tocou com músicos como Joshua Redman, Brad Mehldau, Aaron Goldberg, Avishai Cohen, Anat Cohen, Marc Miralta, Yuval Cohen, Emilio Solá y La Orquestable, Antonio Hart, Bill Saxton, Jeff Ballard, Antonio Hart, Claudia Acuña, Kurt Rosenwinkel, Peter Bernstein e Larry Goldings.

10 de Dezembro (sábado) - 21.30 horas

É como diz o Outro
Com Bruno Nogueira e Miguel Guilherme

“É como diz o outro” é uma comédia que relata o dia a dia de dois amigos que trabalham juntos, frente a frente. Entre o trabalho, conversam sobre as suas vidas, aspirações, dúvidas, trocam confidências e discutem sobre temas tão complexos como uma receita de arroz de rodovalho ou a escassez da pedra mármore. 
Interpretada por Bruno Nogueira e Miguel Guilherme e encenada por Tiago Guedes, esta comédia é baseada nos textos escritos e interpretados por Henrique Dias e Frederico Pombares na rubrica com o mesmo nome, emitida no programa “Cinco para a Meia-Noite”, da RTP 2.
publicado por mparaujo às 23:27

15
Nov 11

Teatro Aveirense - 20 de Novembro (14:00 às 20:00 horas)

Inscrições até ao dia 19 de Novembro



Manifesto
Jovens de Aveiro, Pensem!
Pensem na História, mas olhem para o Futuro.
Pensem no Progresso, mas não esqueçam a Natureza.
Pensem nos Problemas, mas encontrem as Soluções!
Jovens de Aveiro, pensem. E criem ainda melhor!
Queremos que tenham consciência da vossa importante missão – criar um futuro melhor para todos nós. O planeta ficará, como um frágil ovo, nas vossas mãos. Pensem Global, Criem Local.
Contamos convosco!
Este ano, a vossa participação no TEDxYouth@veiro é apenas mais um passo em frente, em direcção a um futuro colorido de ideias e soluções. No dia 20 de Novembro, o Teatro Aveirense será o vosso palco para partilha de ideias. Um dia, em breve, o vosso palco será o mundo. E tudo dependerá de vocês!
Acreditamos em ti, acreditamos na tua capacidade de pensar de uma forma construtiva, inovadora e de olhos postos no futuro.
Acreditamos que através desta forma de pensar, criarás produtos fantásticos!
Nunca tenhas receio de pensar e agir. Apenas algumas ideias nascem perfeitas, as outras serão melhoradas com trabalho e criatividade.
Deixa as tuas ideias fluírem, deixa-as viver, partilha-as connosco, diz-nos o que pensas. E lembra-te: quando partilhas ideias, serás capaz de criar ainda mais. Não tens de mudar o mundo, mas certamente podes fazer algo para o tornar num melhor local para todos nós. Pensa nisso. Cria a tua ideia. Cria o teu mundo. Cria o teu futuro. Pensa. Cria.
Tu pensas, logo crias!
TEDxYouth@Aveiro, onde acreditamos na tua criatividade.


publicado por mparaujo às 20:58

O pianista e compositor Pedro Burmester foi escolhido para encerrar os festivais de Outono de 2011, no Teatro Aveirense, na próxima sexta-feira, dia 18 de Novembro, pelas 21.30 horas.
 
(Clicar na imagem para saber mais)

publicado por mparaujo às 19:59


O pianista e compositor Pedro Burmester foi escolhido para encerrar os festivais de Outono de 2011, no Teatro Aveirense, na próxima sexta-feira, dia 18 de Novembro, pelas 21.30 horas.

Com a direcção de Luís Carvalho, acompanhado pela Orquestra Filarmonia das Beiras e a Orquestras de sopros e cordas do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, Pedro Burmester apresenta em palco peças de Richard Strauss, Frederico de Freitas e Berlioz.

Sala Principal
Duração: 110 minutos (c/ intervalo)
Público alvo: maiores de 12 anos
Preços:
1ª Plateia - 10 Euros
2ª Plateia - 7,5 Euros
Balcão - 5 Euros
publicado por mparaujo às 19:36

26
Out 11
"Correr o Fado" por Quórum Ballet
Teatro Aveirense
Sábado - 29 de Outubro - 21:30 Hm
(clicar na imagem para saber mais)
publicado por mparaujo às 22:42

O Teatro Aveirense recebe, no Sábado, dia 29 de Outubro, pelas 21.30 Hm, um excelente espectáculo de dança, tendo como "sustento" musical uma das marcas da identidade do povo luso: o Fado.


"Correr o Fado" por Quórum Ballet
Teatro Aveirense
Sábado - 29 de Outubro - 21:30 Hm

"Correr o Fado" é uma multiplicidade de movimentos, sons, sensações e sentimentos.
No palco, os bailarinos transmitem beleza e sensibilidade. Tudo o que os sentidos captam e o coração apreende.
Desmistifica-se e contraria-se a imagem saudosista e melancólica que o Fado carrega consigo.

Direcção Artística: Daniel Cardoso
Coreografia e cenografia: Daniel Cardoso
Bailarinos: Daniel Cardoso, Elson Ferreira, Filipe Narciso, Gonçalo Andrade, Inês Godinho, Inês Pedruco, Mathilde Gilhet e Theresa da Silva C.
Desenho de Luz: Paulo Correia

Preços:
12 Euros - 1ª Plateia
10 Euros - 2ª Plateia
8 Euros - Balcão

publicado por mparaujo às 22:35

19
Out 11
(clicar na imagem para mais informação)
Enquadrado no programa de comemorações do VIII Aniversário da Reabertura do Teatro Aveirense, a sala nobre da cultura aveirense recebe o Grande Concerto da Orquestra Sinfónica Portuguesa, do Teatro Nacional de São Carlos, dirigida pela maestrina Rachel Segal.
O concerto terá lugar na sexta-feira, 21 de Outubro, pelas 21h30.

publicado por mparaujo às 22:07

Concerto Orquestra Sinfónica Portuguesa

Enquadrado no programa de comemorações do VIII Aniversário da Reabertura do Teatro Aveirense, a sala nobre da cultura aveirense recebe o Grande Concerto da Orquestra Sinfónica Portuguesa, do Teatro Nacional de São Carlos, dirigida pela maestrina Rachel Segal.

O concerto terá lugar na sexta-feira, 21 de Outubro, pelas 21h30.

A formação constituída por alguns dos elementos da Orquestra Sinfónica Portuguesa leva ao público do Teatro Aveirense algumas das mais belas páginas escritas para ensembles de cordas desde o período barroco até ao século XX. Estão representados neste programa países como a Noruega, a Alemanha, a Hungria, os EUA e a Rússia.

Programa:
- Holberg Suite, op. 40, Edvard Grieg
- Canon em Ré Maior para cordas, Johann Pachelbel
- Danças Populares Romenas, Béla Bártok
- Adagio para cordas, Samuel Barber
- Serenata em Dó Maior para cordas, op. 48, Piotr Ilitch Tchaikovski

Preços:
12 Euros - 1ª Plateia
10 Euros - 2ª Plateia
8 Euros - Balcão


publicado por mparaujo às 21:52

13
Out 11
Teatro Aveirense
Domingo, dia 16 de Outubro, 11.00 Hm.

O Moliceiro na Ria de Aveiro - oficina de teatro

(clicar na imagem para saber mais)
publicado por mparaujo às 14:54

Teatro Aveirense
Sábado, 15 de Outubro, 21.30 Hm.
A Rulote 
(clicar aqui para mais informações)
publicado por mparaujo às 14:42

Uma boa opção para um Domingo de manhã que se mantém veraneante, apesar de estarmos no Outono.
O MOLICEIRO DA RIA
Com Cláudia Stattmiller, a partir da história "O Moliceiro da Ria: Realidade e Fantasia" da autoria de Amaro Neves e ilustração de Sara Bandarra.

Teatro Aveirense, domingo 16 Outubro - 11h00 (bilhete: 3 euros)
público alvo: crianças dos 4 aos 10 anos

Sinopse
Era uma vez um homem que nasceu tão perto da Ria que, desde logo, quis ser pescador, como o seu avô. Mas este homem, também nasceu com umas estrelas nos olhos, que brilhavam como a água e como os sonhos! Chamava-se Zé Morgado e gostava de olhar... sobretudo para as várias cores do céu ao entardecer. E também gostava de desenhar. Um dia, pegou numa folha branca e, veloz, começou a rabiscar um barco alegre, de muitas cores e de proa empinada, com uma enorme vela, capaz de desafiar ventos e ondas! E assim nasceu o Moliceiro! (fonte: Teatro Aveirense)

Ficha Artística
Concepção artística Cláudia Stattmiller
Direcção e Interpretação Cláudia Stattmiller
Cenografia Alexandra Miguel
Figurinos Ágata Sofia
Produção
Start-Teatro
publicado por mparaujo às 10:57

O Serviço Educativo do Teatro Aveirense, apresenta mais uma oficina encenada.

A RULOTE
Dramaturgia e encenação: Nuno Nunes. Produção: Propositário Azul. Co-produção FIAR – Centro de Artes de Rua.

Sábado, 15 Outubro - 21h30
(dias 13 e 14 | ensaio aberto às escolas | mediante reserva)
bilhetes: 8 euros e 6 euros


Sinopse
Num lugar improvável, esquecido e acidental, estaciona uma Rulote. Este acontecimento banal engendra uma nova realidade num sítio que até então era como se não existisse. Personagens vindas do escuro da noite, viajantes, seres errantes, figuras do quotidiano mas também do sonho, a pretexto da instituição desse sítio, passam a existir na sua individualidade e em relação umas com as outras. Pressente-se então, intangível, um mecanismo subliminar que encadeia na sua lógica de caos e de ordem todos os movimentos decorrentes desse acontecimento inicial, num sistema perfeito de ruptura e continuidade.
O espectáculo tem como eixo a existência duma rulote comercial, verdadeira, de vende cachorros, farturas, pita shoarmas… Um equipamento comercial desta natureza é expectável na vida urbana, mas neste espectáculo transcende essa dimensão, potenciando uma forma nova de olhar para a realidade.
Em torno desta rulote, e por causa dela, sucedem várias situações que, sob o manto da realidade e a sua aparente banalidade, alteram a identificação superficial do espectador com essa realidade. Na transformação do comum no insólito, do quotidiano no absurdo, da vida na poesia, expõe-se o que de mais profundo, humano e urgente nos assiste captar do modo de vida contemporâneo.
“A Rulote” que estreia pela primeira vez em palco no Teatro Aveirense, pressupõe um trabalho de integração de pessoas da comunidade local no espectáculo, que se desenvolve na presença do encenador e dos actores do espectáculo, durante os dois dias anteriores ao da apresentação. (fonte: Teatro Aveirense)

Ficha Artística
Dramaturgia e encenação Nuno Nunes
Cenografia e figurinos Ana Limpinho
Desenho de Luz Rui Alves Desenho de Som Tiago Cerqueira
Interpretação Carolina Bettencourt, David Granada, Gonçalo Portela, Hugo Sovelas, Frederico Amaral, Rita Lucas Coelho, Sofia Dias


A Rulote, FIAR XI from Propositário Azul on Vimeo.
publicado por mparaujo às 10:18

30
Set 11
A Orquestra Filarmonia das Beiras sobe ao palco do Teatro Aveirense, no domingo, dia 2 de Outubro, pelas 17.00 Hm.

(clicar na foto para saber mais)

publicado por mparaujo às 15:16

A Orquestra Filarmonia das Beiras sobe ao palco do Teatro Aveirense, no domingo, dia 2 de Outubro, pelas 17.00 Hm.


(clicar na imagem para saber mais)


publicado por mparaujo às 15:12

No âmbito do Ciclo Integral das Sinfonias e dos Concertos para Piano de Beethoven, a Orquestra Filarmonia das Beiras sobe ao palco do Teatro Aveirense no Domingo, dia 2 de Outubro, às 17.00 Hm.

 O programa "Concerto - Ciclo Beethoven 2011-2013" é um ciclo de concertos, a realizar entre 2011 e 2013, onde serão apresentadas Aberturas, a integral das nove Sinfonias e dos cinco Concertos para Piano, a Fantasia Coral, o Triplo Concerto para violino, violoncelo, piano e orquestra, de Ludwig van Beethoven, executados por alguns dos principais pianistas portugueses: Pedro Burmester, Jorge Moyano, António Rosado, Miguel Borges Coelho, Filipe Pinto Ribeiro, João Bettencourt da Câmara, entre outros. E sob a direção de diversos maestros portugueses e estrangeiros, como Ernst Schelle, Jean-Sébastien Béreau, António Saiote, António Vassalo Lourenço, Pedro Neves, Luís Carvalho.

Programa 
Abertura de Coriolano, op. 62 (c. de 8min)
Concerto para Piano e Orquestra nº 3 em Dó menor, op. 37 (c. de 30min) 
  I. Allegro con brio 
  II. Largo 
  III. Rondo. Allegro 
- Intervalo - 
Sinfonia nº 8 em Fá Maior, op. 93 (c. de 30min) 
  I. Allegro vivace e con brio 
  II. Allegretto scherzando 
  III. Tempo di menuetto 
  IV. Allegro vivace

Jorge Moyano (piano)
Ernst Schelle (maestro convidado)


Teatro Aveirense - Domingo, dia 2 de Outubro - 17.00 Hm
Preços: 
12 Euros - 1ª Plateia 
10 Euros - 2ª Plateia 
8 Euros - Balcão 
(5 Euros para escolas)

 
publicado por mparaujo às 15:05

29
Set 11

(clicar na foto para saber mais)
publicado por mparaujo às 17:04


(clicar na foto para saber mais)

publicado por mparaujo às 17:01


No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Música (1 de Outubro) e integrado ainda na programação do VIII Aniversário da Reabertura do Teatro Aveirense, Musicalidades sobe ao palco da referência cultural de Aveiro: o Teatro Aveirense.

O Projecto Musical e Cultural Musicalidades é o querer de várias escolas de música, que num propósito comum criaram uma nova formação musical - a Orquestra de Sopros - tendo como objectivo uma melhor articulação entre as várias entidades de ensino de música dos Concelhos de Albergaria a Velha e Aveiro.
Este projecto tem vindo a desenvolver e aperfeiçoar novas técnicas musicais, numa performance contemporânea de constante criatividade e inovação, perspectivando diversas iniciativas de âmbito musical e cultural, na procura de agilizar com os diversos agentes culturais, um elevado nível artístico de todos os seus intervenientes, proporcionando em simultâneo uma valorização pessoal e intelectual, artística, musical e cultural.

Sábado, 1 de Outubro de 2011 - 21:30 Hm, Sala Principal
Público alvo: maiores de 12 anos
Preço Único: 4 Euros

publicado por mparaujo às 16:59

pesquisar neste blog
 
arquivos
2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

30 seguidores

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Outubro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Siga-me
links